Situações Emergenciais

Comprar uma casa simples e comidas! (Recorrente)

User Image
por Patrícia palhano da Silva mota
Criado 07/01/2021 | Araranguá
R$0 Arrecadado | R$100.000 objetivo 0.00%
  • 0 Apoiadores
  • Sem prazo
Estou fazendo está vakinha para comprar alimentos, pagar água, luz e o gás. Eu, no momento me encontro sem um emprego, tenho dois filhos menores e estou sem condições de manter as despesas da casa. Tenho varios problemas de saúde e por isso, não é qualquer tipo de trabalho que posso aceitar, pois tenho limitações, e isso dificulta bastante pelo motivo de eu não aceitar os trabalhos que precisem fazer esforços fisicos, porque meu coração é bem fraco e minha saúde é bem abalada. Enfim, se esse pedido tocar o seu coração, eu peço encarecidamente e humildemente a sua ajuda, a situação é bem crítica aqui em casa pois toda vez que chove, começa a descer água pelas paredes incessantemente dentro de casa, meu sonho é poder arrumar minha casa e ficar tranquila quando começar a chover, porque infelizmente por enquanto isso não é possivel. Me encontro, em uma situação desesperadores...
Agradeço desde já
(IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA/TIRADA DO GOOGLE)
Não há doações
Nenhum resultado encontrado




Campanhas Relacionadas

Veja outras campanhas da mesma categoria.

Comprar alimento
Situações Emergenciais
Comprar alimento

Olá me chamo Alexandre tenho 30 anos desempregado pai de 2 filhos como podem ver...

Arrecadado R$0 0.00%
Meta R$3.000
User Image por Alexandre rodeigues Souza Sem prazo
Ajude minha filha no tratamento contra o câncer
Situações Emergenciais
Ajude minha filha no tratamento contra o câncer

Ajude minha filha a fazer um tratamento contra o câncer ,precisa de remédios e a...

Arrecadado R$0 0.00%
Meta R$5.000
User Image por Leandro Manoel do Carmo Sem prazo
Ajudem.o Fiapo a tratar o coração por favor
Situações Emergenciais
Ajudem.o Fiapo a tratar o coração por favor

Este é o Fiapo, meu Pug de 11 anos. Já teve epilepsia, trata com gardenal e agor...

Arrecadado R$0 0.00%
Meta R$3.000
User Image por Carina Stacioni Sem prazo